quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

ORAÇÃO CONJUGAL



ROTEIRO PARA A ORAÇÃO CONJUGAL

Segue um esquema como possível ajuda para a oração conjugal.

A. Preparação.
a. Preparação externa: preparamos um lugar de oração?
Desligamos o telefone, avisamos aos nossos filhos e parentes para não nos “perturbar”?
b. Preparação interior: procuramos nos preparar individualmente?
Tomamos consciência de que agora temos tempo para rezar? Conscientizamos-nos que devemos ficar diante do Senhor?
Percebemos a nós mesmo, nosso corpo, e tomamos aquela posição corporal que favorece nosso bem-estar e, sobretudo, o recolhimento?
Percebemo-nos na presença do Senhor e fazemos um gesto de acatamento de sua presença, invocado o Espírito Santo e rezando uma oração preparatória?

B. Parte central do tempo de oração.
a. Sugestões dadas para a oração:
Usamos o evangelho proposto para este dia e fazemos a sua leitura atentamente?
b. Diálogo com o Senhor:
Permanecemos em silêncio, ouvindo, contemplando, meditando profundamente a sua palavra? Falamos com o Senhor, respondendo ao que mais nos tocou na sua palavra?

C. Conclusão do meu tempo de oração.
Terminamos conscientemente nosso tempo de oração, conforme nossa proposta inicial?
Finalizamos fazendo outras orações como, o Pai-Nosso, o Glória ao Pai, a Oração para a Beatificação do Pe.Caffarel, o Magnificat, o sinal da cruz e fazemos uma inclinação reverente.
Fazemos outras orações espontâneas colocando nossas intenções particulares?

D. Revisão do tempo da oração
Revemos nossa oração: Como nos saímos nela? Conseguimos ficar com o Senhor? Houve distrações, divagações? O que nos tocou? O que nos tocou menos ou mais ou nada? Sentimos necessidade de repetir este exercício num outro dia?

Um comentário:

Angela Riera disse...

A Oração conjugal é nosso alimento diário na condução da dignidade de nossas vidas, dia a dia. Fica conosco Senhor.
Amém